sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Serena
Serena e acalma teu coração.
Deus ri de toda a insuficiência,
e das enrascadas da teologia
dos homens,
gargalha diante das formas,
dos ritos, das disputas,
e do calor dos debates
de nossa religião

Não te perturbes
Deus chora contigo
pela dor que permeia o mundo,
a criança sem lar
e a solidão do que erra,
pranteia as prisões
as favelas, o colesterol
de uns e a fome de outros

Seu riso alegra o Universo,
desperta o sol,
provoca o sorriso
do recém-nascido
e, coloca música no coração de todos

Suas lágrimas
dão Vida a nossa vida
apagam o fogo de nossos infernos
e prometem a vinda
de uma nova era

Deus dança ao compasso
dos corações que amam
pois, para Deus, essa é a sinfonia
mais sublime.
Deus é hipnotizado
pelo olhar dos amantes
e, ao luar de noites cálidas,
apaixona-se de novo
pelo mundo.
Onaldo Alves Pereira