quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Alimento como troca vital
Quando nos aproximamos de alguma forma de vida para a recebermos como alimento desejamos fazê-lo com reverência, discrição e pudor.
Nada justifica que uma vida seja recebida com arrogância ou descompromisso. Quando assim fazemos, provocamos uma situação de dor desnecessária e somos contaminados por uma energia desequilibrada. Qualquer ser, planta ou animal, que é recebido como vida em nossa vida é dom divino que nos abençoa e fortalece, continuando a viver em nós.
Reconhecer isso potencializa ainda mais seu efeito positivo, alimenta o nosso corpalma, (não apenas o corpo), e, canaliza corretamente o fluxo das trocas vitais a favor da Vida!
Onaldo Alves Pereira