sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Livremente

Ser sem ter que ser. Apreciar ao invés de obedecer. Sofrer sem pedir desculpas. Gozar com todas as forças. Tomar o caminho por ser interessante, mais do que pelo seu destino.
Não ter todas as respostas. Fazer parte do fluxo natural da vida nessa entrega ativa e generosa, melhora o mundo e acelera o seu progresso.
Onaldo Alves Pereira