terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Procura


Procura
as trilhas mais desertas
os pensamentos mais abertos
de todos, o sabor que mais apela
a vista que suaviza as outras
o sorriso que consegue desarmar
mãos que saibam semear
olhos famintos por arte.

Verga, então,
teu lombo ao fardo
os mastros das bandeiras
as cercas das divisas
o orgulho de ser dono
e será vasilha
na fonte da vida
concha que enche
o oceano da vida!
Onaldo Alves Pereira