terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Dito

Foi-me dito que Deus sorri,
que se faz palhaço pelo nosso riso
Foi-me dito que no amplexo dos seres
Deus é sacramento bendito
Foi-me dito que de vera todas as Deusas
são Deus do mais puro amor
Foi-me dito que nos velhos casarões,
igrejas antigas e sítios do passado, Deus espera
Foi-me dito que na fome, no exílio
e na solidão, a Deusa se esconde carente
Foi-me dito que as piadas são anjos
mandados em missão graciosa
Foi-me dito que na oração a alma
se descobre seiva de Deus
Foi-me dito que o amor não reconhece sexo
cruzando as fronteiras, sempre mais amor
Foi-me dito que em todos os nomes
o Nome, em todas as religiões a Consciência
-Vá, me disse Deus, e diz isso
no Sorriso, faz isso na Vida
Gozo de puro amor.
Onaldo Alves Pereira