segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Deus


Monoteísmo
A crença num Deus único, o monoteísmo, é, sobretudo, um instrumento final de poder. Crendo-se num Deus único, decerto que este será o meu, o da minha religião, o da minha pátria. A missão de converter outros ao meu Deus implicará também o reconhecimento da superior revelação que trago, por conseguinte, cultura mais avançada, o que desaguará na raça eleita, escolhida para ser receptáculo dessa revelação. Sendo único não tolerará a diversidade, o argumento contrário e nem a possibilidade de equívoco, esse único Deus, portanto, é a arma de dominação mais forte.

Deus, Deus
Todos os Deuses são Deus. A misericórdia de Deus proíbe que seja doutra forma. Invente hoje um deus e Deus o absorverá em Si, fazendo com que seja Deus!!

Criando Deus
Não há sobra de mim
sou/estou em Deus
e Deus em mim
Deus me criou
e eu o criei
no amor.
O amor pode criar Deus
criando o amor em mim.

Creio
Creio na Comunidade Divina, à qual chamamos Deus/Deusa/Deuses. O Bem na multiplicidade e a multiplicidade no Bem. A Vida criadora de vida e a vida manifesta em todos os espaços.

Rir
Rir de Deus é essencial,
se Deus não pode ser feito piada
não é deus que preste
para ser Deus.

Criar Deus
Vamos criar Deus à imagem e semelhança de nosso melhor amor, de nosso amor sonhado, de um amor que só é amor no encontro de dois seres. Em Deus o encontro é maior, mais se encontram apaixonados para ser o Ser, para fazer a Comunidade Divina. E Deus, criado apaixonado, há de apaixonar-se por nós e, nisso, trazer-nos para a Comunidade Divina.

Onaldo Alves Pereira