quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Sabor da fruta
O sabor da fruta é todo meu
que não se sabe se é dela mesmo
ou se brota de mim

Sendo dela, ela é minha
a fruta inteira
não sei se sou ou se ela é

A fruta perde a alteridade
eu me perco nela
sobra o sabor grande

Da vida, um pomar
eu nele, ele em mim
somos só sabor
e isso oferecemos.
Onaldo Alves Pereira