quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Obrigações
A sociedade nos obriga a muito. A religião, a mais ainda. A pior dessas obrigações, a que mais mal faz é a de se ser feliz!
Ser feliz é um misto de tudo o que a vida nos apronta e o que fazemos dela. Essa mistura nem sempre é só alegria e nem cabe nas expectativas da filosofia de auto-ajuda tão em moda.
Ninguém é feliz, mas todos podem ir sendo felizes. O tédio de uma felicidade absoluta faria a vida murchar e tiraria dela muito de sua arte.
Ser feliz por obrigação, reagir às ordens de “sorria!!!” para caber nos sistemas de consumo psicoreligiosos só acrescenta à infelicidade natural de cada um.
Onaldo Alves Pereira