quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O melhor da vida

Bom é não ter poder de barganha, nada a oferecer e nem como retirar algo e, ainda assim, ser amado.
Quando não se pode dar nada em troca, nem se tem em vista qualquer vantagem, fica-se seguro no Melhor da vida.
Nisso Deus sorri garboso em nossas almas!
Onaldo Alves Pereira