sábado, 13 de junho de 2009

Devagar

Pára. Muda o ritmo e reorganiza o tempo. Desacelera e aproveita cada detalhe do caminho. Abra os olhos devagarzinho para que não se machuquem com a luz. Tenha paciência, aprenda a esperar. Senta e relaxa.
O sol não se apressa, tem hora marcada, não corre nem se afoba.

Presta atenção e aprenda com os estragos que a pressa fez no mundo e nas pessoas.
Em cada passo coloca o pé inteiro no chão.
Quem vai devagar leva completo o vaso da bênção, quem se apressa quebra a coluna vertebral.
Contando estrelas.
Espiando a rua.
Ouvindo a chuva.
Fazendo retratos.
Onaldo Alves Pereira